Safra de grãos recorde puxa negócios

12 de Setembro de 2017

Safra de grãos recorde puxa negócios

País contará com colheita de 240,9 milhões de toneladas de grãos neste ano. Seguros rurais são beneficiados

O mundo do agronegócio promete ser promissor para as seguradoras que oferecem coberturas de riscos rurais. A perspectiva de safra recorde é o principal fator da sinalização positiva dos negócios, que inclui também a carteira de transporte de cargas. A nova projeção da safra de cereais, leguminosas e oleaginosas indica expansão de 30,4% neste ano em relação à produção de 2016. Segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, divulgado nesta terça-feira (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o País contará com uma safra de grãos de 240,9 milhões de toneladas.

A cultura de produção mais proeminente será a soja. A produção estimada, de 115 milhões de toneladas, terá um acréscimo de 19,6% sobre o ano anterior, recorde. Para o milho, cultura que terá aumento de 54,7% na produção, é também esperado resultado recorde, de 98,4 milhões de toneladas.

A alta na produção do arroz é estimada em 16,2%. Vinte dos 26 produtos pesquisados pelo IBGE devem ter crescimento, incluindo café canephora (33,3%), as três safras de feijão (40%, 26,9% e 7,2%, respectivamente), a laranja (6,9%), o algodão herbáceo (10,5%), a cebola (7,8%), cana-de-açúcar (1,3%) e as três safras de batata-inglesa (5,1%, 7,2% e 2,8%). Entre os seis produtos com queda estimada na produção aparecem o trigo (-18,8%), café arábica (-13,1%) e a mandioca (-12,6%).

O IBGE estima aumento de 7% na área colhida, em relação a 2016. O total deve chegar a 61,1 milhões de hectares, área 0,05% inferior à estimativa de julho. Entre as três principais lavouras, são esperados acréscimos na área colhida da soja, de 2,3%, do milho, de 18,1%, e do arroz, de 4%.

 

© Copyright 2016 | FenSeg | Rua Senador Dantas 74, 8º andar - Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP 20031-205 | Tel. 21 2510 7777