Voltar ao topo

Antonio Trindade é reconduzido à Presidência da FenSeg

Confira o discurso proferido durante a cerimônia de posse, ocorrida em 26 de abril

27 de Abril de 2022 - Eventos

 

Senhoras e senhores, boa noite.

 É com muita satisfação que me dirijo hoje aos líderes e executivos do setor de seguros aqui presentes, no jantar comemorativo de posse do Conselho Diretor.

Quero saudar a todos os presidentes de Federações, e aos dirigentes da SUSEP, da FENACOR e demais convidados que também nos honram com suas presenças.

E quero fazer uma saudação especial a Marcio Coriolano, que após seis anos de brilhantes serviços prestados à nossa CNseg, se prepara para assumir novos desafios. Além da saudade do convívio, Marcio, esteja certo que você deixa um legado incomensurável. A CNseg está hoje à altura da sua importância para a sociedade brasileira graças, em grande parte, à sua liderança. Em nome da FenSeg, nosso muito obrigado.

Mas se há um alento nessa despedida, é saber que o próximo diretor-presidente da CNseg reúne as qualificações necessárias para tocar adiante o trabalho desenvolvido até aqui por você. Aproveito, então, para dar as boas-vindas ao Dyogo Henrique de Oliveira, extensivas ao novo presidente do Conselho Diretor da CNseg, Roberto de Souza Santos, e aos demais Diretores.

À medida que cresce na sociedade a demanda por proteção, cresce ainda mais a nossa responsabilidade na promoção e defesa do mercado segurador. O segmento de seguros gerais é um capítulo à parte.

Os seguros de danos e responsabilidades oferecem coberturas que abrangem um leque bastante diversificado, garantindo desde automóveis e satélites, passando por residências e as maiores obras de infraestrutura, até a produção agrícola do interior do País. São mais de 90 diferentes ramos de seguros.

Essa diversidade tem exigido de nós um esforço diário no acompanhamento dos modelos regulatórios, para que estejam à altura dos desafios. Nesse sentido, há que se destacar a contribuição extraordinária dos meus colegas da Diretoria e os executivos das Associadas que participam das Comissões Técnicas de Grupos de Trabalho da FenSeg. A todos vocês, que tem se dedicado de forma voluntária e tão abnegada, quero deixar um agradecimento especial.

Agora é a minha vez de agradecer pela confiança depositada na continuidade do nosso trabalho à frente da FenSeg.

Como sempre, não serão poucos os desafios.

Estamos diante de um cenário de evolução tecnológica, com a utilização de novos sistemas e aplicativos para comercialização e atendimento aos Clientes

Destacamos a criação de diversas Insurtechs, as operações de Sandbox e a implementação do Open Insurance. A transformação digital, como vemos, deixou há muito de ser apenas um diferencial, se impondo como uma condição de nossa época. Mas, ao mesmo tempo, o papel do Corretor de Seguros nunca foi tão relevante para o desenvolvimento e crescimento do Mercado.

Contamos com vocês para lidarmos com os desafios que temos pela frente.

Entre eles, está o enfrentamento da atividade irregular, aquela que se faz passar por seguro, quando não é. Espero seguir contando com as nossas comissões para difundir a importância da regulação do setor, feita de forma transparente – esse trabalho essencial que protege o patrimônio e o desenvolvimento de toda economia.

E isso só é possível com a atuação firme da SUSEP, como aconteceu recentemente, com a publicação de verdadeiros marcos regulatórios. A exemplo da Resolução 407/2021, que acaba de completar um ano e que abriu um precedente histórico na elaboração e comercialização de contratos de seguros de Grandes Riscos, dando novo impulso à competitividade, inovação e transparência no segmento, além de caracterizar a diferenciação necessária em relação a Seguros Massificados, como se verifica, aliás, em países com mercados maduros e desenvolvidos.

Como é de conhecimento, outras diversas Circulares e Resoluções também contribuíram para a modernização do segmento, destacando os Normativos de Massificados (SUSEP 621/2021), Grupo Patrimonial, Automóveis, Responsabilidade Civil, Rural e, mais recentemente, do Seguro de Garantia.

Vale destacar que a FenSeg teve participação relevante na apresentação de   sugestões técnicas nas Consultas Públicas que resultaram nos novos Normativos.

Essas medidas ampliam a incursão do seguro na vida de pessoas e empresas, ajudam a simplificar as operações, reduzir custos e a estimular soluções mais alinhadas às demandas da sociedade.

Mas além da regulação eficiente, o Brasil ainda necessita desenvolver uma cultura securitária consolidada, capaz de alavancar o seguro como fator indispensável de proteção e de segurança na percepção do consumidor. E a informação é a principal ferramenta nesse esforço. Ter uma população mais instruída, que planeja financeiramente a proteção do seu patrimônio, é a garantia de uma economia próspera e de um país mais seguro e com oportunidades para todos.

Eis o nosso desafio.

 

 

 

Muito obrigado!

 

 

 

 

CONTEÚDOS RELACIONADOS

© Copyright - CNseg

© Copyright - FenSeg

© Copyright - FenaPrevi

© Copyright - FenaSaúde

© Copyright - FenaCap

© Copyright - Educação em Seguros

© Copyright - Poder Público